Notícias

21/09/2017

Varejo inicia setembro com alta de 3,8% nas vendas, constata ACSP

O Balanço é elaborado com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços. 

Setembro começou bem para o comércio varejista da capital paulista, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O movimento cresceu em média 3,8% na primeira quinzena de setembro, frente ao mesmo período de 2016. 

“É um bom resultado porque setembro costuma ser um mês fraco para o varejo, por não contar com data comercial e ter feriado, que são fatores que prejudicam o setor na cidade. Mesmo assim, houve um crescimento generalizado”, comenta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). “A economia caminha para uma recuperação consistente, segundo os dados mais atuais, mas é preciso cautela por conta do quadro de incerteza política”. 

 

O aumento foi puxado pelos seguintes fatores:

•        alívio inflacionário,

•        queda dos juros, 

•        alongamento dos prazos,

•        recuperação da massa salarial,

•        melhora do crédito,

•        base fraca de comparação (no mesmo período de 2016 houve recuo de 5,3%).  

O balanço detalha que as vendas a prazo e à vista avançaram 5% e 2,6%, respectivamente, sobre setembro de 2016. 

 

Variação mensal

 

Em relação à primeira quinzena de agosto de 2017, as vendas caíram em média 4,5% nos primeiros 15 dias de setembro. 

O sistema a prazo cresceu 6,7%, por conta da queda dos juros e do aumento salarial. Na contramão, as vendas à vista recuaram 15,6% em função da base forte de comparação, visto que o Dia dos Pais em agosto incentivou a procura por presentes de menor valor comprados à vista. Além disso, a primeira quinzena de setembro contou com um dia útil a menos.  

O Balanço de Vendas da ACSP é elaborado quinzenalmente com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.